Pesquisar

Categoria: emagrecer

outubro 4, 2015

Vocês pediram e agora as consultas poderão ser pagas com cartões de débito e crédito!

Aceitamos as bandeiras Visa, Mastercard, American Express, Elo, Hipercard, Diners, Maestro, Ticket Refeição e Sodexo.

Teremos ainda pacotes de verão para:

Novembro, Dezembro, Janeiro e Fevereiro:
pagamento em 4x no cartão de crédito

Dezembro, Janeiro e Fevereiro:
pagamento em 3x no cartão de crédito

Informe-se no telefone 4175-9777!

SE VOCÊ GOSTOU DESTE POST, CADASTRE-SE PARA ACOMPANHAR O BLOG OU CLIQUE CURTIR NA PÁGINA DO FACEBOOK PARA LER NOTÍCIAS NA SUA PÁGINA: http://www.facebook.com/nutricionista.alinelamarco
ACOMPANHE TAMBÉM PELO INSTAGRAM: @NUTRI.ALINE
março 5, 2015
Com que frequência você se pesa? Erros na guerra contra a balança podem fazer você engordar. Vamos ver os mitos mais comuns?

1- “Me peso todos os dias para saber se a dieta está funcionando” – O corpo sofre alterações em relação ao peso, por conta da TPM, consumo aumentado de sal, gorduras e doces na véspera, funcionamento intestinal… Desta forma, NÃO ADIANTA se pesar todos os dias. Primeiro porque quando você se pesa, não está considerando a massa muscular que pode estar ganhando na atividade física, por exemplo. 
Muitas vezes um paciente chega à consulta bem chateado, dizendo que engordou e na prática descobrimos que ele diminuiu o percentual de gordura e eliminou centímetros de gordura abdominal. Nesse caso ele ganhou peso, mas tornou-se mais magro. Ele jamais poderia saber isto ao se pesar, então a pesagem torna-se frustrante e, muitas vezes, estimula as pessoas a comerem mais, por acharem que a dieta não está tendo resultado. Veja no final do post dicas de como acompanhar sua evolução.
Mais um problema é que este peso diário normalmente é aferido em casa, onde nem sempre as balanças estão bem aferidas.

2- “Me peso depois de uma festa, final de semana ou viagem, para saber quanto engordei.” – Engordar é ganhar gordura. Se você vai à uma festa e come itens hipercalóricos, pode ser que a balança mostre no dia seguinte um aumento de 1-2 kg. Isso não significa que você engordou 1 ou 2 kg na festa, mas sim que você provavelmente está retendo líquidos por conta da gordura e/ou açúcar que consumiu em excesso. Volte à sua alimentação habitual por dois dias e, aí sim, o peso será confiável.

3- “Desde que comecei a malhar não me preocupo com meu peso, pois sei que estou ganhando massa muscular.” – Sim, de fato a academia aumenta a massa muscular e músculos pesam mais do que gordura. De forma que, como falamos, você pode estar com mais peso, mas mais magro (percentual de gordura). O problema é que muitas vezes os pacientes apenas treinam, não fazem dieta corretamente e acham que todo seu peso é atribuído ao ganho de massa muscular. O paciente pode estar errando na dieta e a falta de perda de peso reflete que, de fato, não está emagrecendo, não que está ganhando massa muscular exponencialmente. O ganho de massa muscular normalmente é lento. Muitas vezes fazer atividade física também aumenta a fome e se você não controlar a alimentação pode engordar. Como saber o que de fato está acontecendo e não cair nestas frias?

4- “Odeio me pesar e nunca me peso” – Outro erro frequente. Algumas pessoas passam meses sem se pesar, para descobrirem que, de repente, ganharam 8 ou 10 kg. Na verdade se o peso fosse aferido regularmente, ele poderia ter tomado providências nos primeiros 2 kg, quando o caminho era bem mais fácil e curto de ser percorrido.

5- “Minha meta é o peso X e só ficarei feliz quando atingi-lo” – Hoje sabemos que mais importante que o peso, é o percentual de gordura e as circunferências, que se relacionam tanto com sua forma estética, como indicador de risco cardiovascular. Desta forma, não adianta você se fixar no peso de 59 kg que tinha na faculdade. Com musculação, por exemplo, pode ser que seu novo peso ideal seja 65 kg, com o qual ficará mais firme, resistente, saudável e, muitas vezes, com o corpo mais bonito. Não se fixe nos números da balança e sim na aparência, percentuais, medidas e roupas.

*Como então devo acompanhar meu peso?
– Procure pesar-se a cada 10 ou 15 dias, assim você não terá ansiedade  em pesar-se frequentemente, mas terá uma referência para acompanhar sua evolução;
– Pese-se preferencialmente sem roupas, pela manhã e em jejum;
– Se houver a possibilidade, acompanhe com um profissional a evolução das suas medidas e percentual de gordura.
– Se não puder acompanhar com um profissional, anote com a pesagem as medidas de cintura, abdome, quadril, culote, tórax e braço. A circunferência deve ser aferida com fita métrica inelástica (tipo de costura) e sem “apertar”. Lembre de soltar a respiração e a barriga!
– Se você de fato está perdendo gordura, pelo menos a circunferência abdominal tem que diminuir, ok?
– Lembre de medir a circunferência sempre na mesma altura, por exemplo na linha do umbigo.

SE VOCÊ GOSTOU DESTE POST, CADASTRE-SE PARA ACOMPANHAR O BLOG OU CLIQUE CURTIR NA PÁGINA DO FACEBOOK PARA LER NOTÍCIAS NA SUA PÁGINA: http://www.facebook.com/nutricionista.alinelamarco
ACOMPANHE TAMBÉM PELO INSTAGRAM: @NUTRI.ALINE
agosto 31, 2014

Um dos vídeos mais tristes e realistas que já assisti. Peço a todos que assistam, curtam e compartilhem. Pode ser o que falta para mudar a história de vida de alguém. Recebi de uma paciente querida, que teve sua vida transformada recentemente, em todos os sentidos, e não poderia estar mais contente! Vou marcá-la, pois ela é um orgulho e me autorizou! Parabéns Dani, vc faz a diferença! – com Daniela Rovigatti
Há 10 anos estava no Hospital do Coração, no quarto de um paciente bastante chocado e ele disse: Achei que seria impossível acontecer comigo…
A esposa respondeu: Com a vida que levava, impossível seria não acontecer!
Nunca esqueci. É muito triste, mas ela estava certa.


Clique aqui para assistir o vídeo

SE VOCÊ GOSTOU DESTE POST, CADASTRE-SE PARA ACOMPANHAR O BLOG  POR EMAIL NO LINK AO LADO DESTE POST

OU CLIQUE CURTIR NO FACEBOOK NA FAN PAGE ABAIXO, PARA LER NOTÍCIAS NA SUA PÁGINA: www.facebook.com/nutricionista.alinelamarco


Instagram: @nutri.aline
outubro 8, 2013

Muitas vezes as pessoas pensam que o ganho de peso vem de grandes eventos e que apenas dietas radicais podem erradicá-lo. Na verdade, são os hábitos do dia-a-dia que podem definir realmente a forma física e de saúde de uma pessoa.

Claro que no mundo ideal, deveríamos fazer atividade física pelo menos 4x/semana e reestruturar tooooda a alimentação. Mas este post é justamente para você que, mesmo que no momento não consiga fazer tudo, possa melhorar a saúde e o visual.
Na Nutrição, hábitos permanentes contam mais que radicalismos de curto prazo. De novo, vai? Hábitos permanentes contam mais que radicalismos de curto prazo. O que significa que não adianta mais você correr por duas semanas, emagrecer e depois nunca mais, porque na verdade odeia corrida, entende? Vale mais a pena encontrar uma atividade que você goste ou consiga fazer, mesmo que gaste menos calorias que a corrida, por exemplo.
Colocando na ponta do lápis, pequenas atitudes podem trazer enormes resultados, mesmo para quem não tem tempo. Eu sugiro duas coisas para meus pacientes que realmente não tem como fazer uma atividade física:

1. Subir de escadas e aposentar o elevador. Cada lance de escadas gasta em média 14 calorias. Se você subir 15 andares por dia, gastará 210 calorias por dia. Ao longo de uma semana emagrecerá ou deixará de engordar, 210 gramas. Pode parecer pouco, mas dá quase 1 kg por mês (11 kg por ano). Apenas por incorporar este novo hábito na sua rotina.
Pernas, glúteos e abdomem ficarão mais firmes e o percentual de gordura diminuirá.
A dica é começar com 4 andares e aumentar um por dia. NÃO FAÇA SE TIVER PROBLEMAS NOS JOELHOS.

2. Caminhar 10 minutos por dia. Em ritmo acelerado. Pode ser estacionando o carro mais longe, pode ser descendo antes do ônibus, caminhando após o almoço, até o restaurante. Enfim, 10 minutos são fáceis de alcançar. Se não puder fazer a parte de escadas, faça 2 sessões de 10 minutos por dia de caminhada acelerada.
Caminhar 10 minutos por dia reduz em 50% o risco de infartos, sabia? E cabe na sua rotina! 
Se forem 10 minutos, você gastará 50 calorias por dia, perdendo 50 g por semana, 2,6 kg por ano.
Se forem duas sessões, totalizando 20 minutos por dia, serão 5,2 kg por ano!

No próximo post darei dicas similares em relação a alimentação, ok? Se gostou desse, clique em curtir e ajude a divulgá-lo. 🙂


SE VOCÊ GOSTOU DESTE POST, CADASTRE-SE PARA ACOMPANHAR O BLOG  POR EMAIL NO LINK AO LADO DESTE POST
OU CLIQUE CURTIR NO FACEBOOK NA FAN PAGE ABAIXO, PARA LER NOTÍCIAS NA SUA PÁGINA: www.facebook.com/nutricionista.alinelamarco

Instagram: @nutri.aline
maio 3, 2012

FONTE: Revista Veja

Estudo feito com mais de 4.000 pessoas provou que a melhor forma de emagrecer ainda é a combinação entre exercícios e boa alimentação

Emagrecimento: dietas populares e abuso de produtos 'diet' não adiantam, aponta estudo feito com mais de 4.000 obesos
Emagrecimento: dietas populares e abuso de produtos ‘diet’ não adiantam, aponta estudo feito com mais de 4.000 obesos

Praticar atividade física, comer pouca gordura e participar de programas de emagrecimento são as melhores maneiras de se perder peso. Dietas da moda, por outro lado, de nada adiantam. Se restava alguma dúvida quanto a isso, uma pesquisa feita com mais de 4.000 pessoas e publicada nesta terça-feira no periódico American Journal of Preventive Medicine pôs um ponto final na questão. O trabalho foi desenvolvido por pesquisadores da Faculdade de Medicina de Harvard e do Centro Médico Beth Israel Deacones, hospital ligado à universidade, nos Estados Unidos.
Para os autores desse estudo, ao contrário do que muitos pensam, há uma considerável parcela de obesos que conseguem perder peso. “Essa é uma grande notícia, pois estudos anteriores mostraram que mesmo uma redução de 5% do peso de um indivíduo pode levar à melhoria de sua saúde”, diz Jacinda Nicklas, uma das pesquisadoras. “Com mais de um terço dos americanos obesos, saber disso é importante, já que os riscos à saúde associados com o excesso de peso são substanciais”.
A pesquisa — Nesse trabalho, foram analisados mais de 4.000 indivíduos com mais de 20 anos de idade e obesos, ou seja, que tinham índice de massa corporal (IMC) acima de 30 há pelo menos um ano antes de a pesquisa começar. Os dados dos participantes foram extraídos do Levantamento Nacional de Exame de Saúde e Nutrição, realizado pelo Centro para Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês), órgão de saúde dos Estados Unidos. Durante o período do estudo, 2.523 pessoas, ou 63% dos participantes, relataram ter tentado perder peso, sendo que 40% delas afirmaram ter reduzido seu peso em 5% ou mais, e 20% desses indivíduos afirmaram ter reduzido em 10% ou mais seu peso total.
Ao observarem esses indivíduos, os pesquisadores descobriram que aqueles que mais se exercitaram e que comeram menos gordura foram significativamente os mais propensos a perder peso. Além disso, foi identificada uma forte relação entre a participação em programas de emagrecimento e a perda de peso bem-sucedida, reforçando, segundo os autores do estudo, a importância de uma dieta bem pensada e estruturada. Os especialistas também observaram que, embora algumas pessoas que fizeram uso de medicamentos para emagrecer também tenham relatado sucesso na perda de peso, esse número foi pequeno, mas foi mais considerável quando o uso dos remédios foi feito com prescrição.
Estratégias erradas — Por outro lado, dietas populares, como as que só incluem líquidos na alimentação ou uso de pílulas sem prescrição, por exemplo, não foram associadas à perda de peso. Além disso, as pessoas que relataram ter emagrecido mais foram menos propensas a seguirem uma dieta popular. O consumo de produtos diet também não foi relacionado com uma perda de peso bem sucedida. “É possível que alguns dos indivíduos que fazem uso desses alimentos estejam consumindo os produtos em exagero, já que acreditam que são saudáveis ou que têm baixas calorias”, afirma Nicklas.
“É muito encorajador observar que a maioria dos métodos de perda de peso associada ao sucesso é acessível e barata”, diz Christina Wee, outra autora do estudo. A pesquisa, entretanto, não estudou o impacto dessas intervenções a longo prazo, ou seja, em relação à capacidade de o indivíduo, mais do que emagrecer, manter o novo peso.

SE VOCÊ GOSTOU DESTE POST, CADASTRE-SE PARA ACOMPANHAR O BLOG  POR EMAIL NO LINK AO LADO DESTE POST
OU CLIQUE CURTIR NO FACEBOOK NA FAN PAGE ABAIXO, PARA LER NOTÍCIAS NA SUA PÁGINA: www.facebook.com/nutricionista.alinelamarco

Instagram: @nutri.aline
abril 10, 2012

Percentual passou de 42,7% em 2006 para 48,5% em 2011.
De acordo com o levantamento, 52,6% dos homens estão acima do peso.

Nathalia PassarinhoDo G1, em Brasília

Pesquisa divulgada nesta terça-feira (10) pelo Ministério da Saúde revela que quase metade da população brasileira está acima do peso. De acordo com o estudo, o percentual passou de 42,7% em 2006, para 48,5% em 2011. No mesmo período, a proporção de obesos subiu de 11,4% para 15,8%.

saiba mais

Segundo o ministro Alexandre Padilha, um dos fatores do aumento do excesso de peso e da obesidade no Brasil é o consumo de alimentos gordurosos. Os dados revelam que 34,6% dos brasileiros comem em excesso carnes com gordura e mais da metade da população (56,9%) bebe leite integral regularmente.
Além disso, 29,8% dos brasileiros consomem refrigerantes pelo menos cinco vezes por semana. Por outro lado, apenas 20,2% ingere a quantidade recomendada pela Organização Mundial de Saúde de cinco ou mais porções por dia de frutas e hortaliças.

Gráfico dieta dos brasileiros (Foto: arte/G1)

Os números são da pesquisa Vigitel (Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico), que coletou informações nas 26 capitais brasileiras e no Distrito Federal.
O levantamento, divulgado anualmente pelo ministério desde 2006, traz um diagnóstico da saúde do brasileiro a partir de questionamentos sobre os hábitos da população, como tabagismo, consumo abusivo de bebidas alcoólicas, alimentação e atividade física. Em 2011 foram entrevistadas 54.144 pessoas de janeiro a dezembro.
“Alimentar-se bem é o primeiro passo para ter uma qualidade de vida saudável. Temos que ter maior oferta de produtos industrializados saudáveis. No tocante aos supermercados, o objetivo é colocar produtos saudáveis mais visíveis, como o leite desnatado”, afirmou Padilha, na coletiva de imprensa em que os dados foram apresentados.
A pesquisa revela que as mulheres comem mais frutas e hortaliças, enquanto os homens comem mais carne com excesso de gordura. Quem tem mais de 12 anos de escolaridade tende consumir mais frutas e hortaliças, de acordo com o levantamento.
Apesar de “comer pior”, os homens se exercitam mais do que as mulheres. Segundo a pesquisa, 39,6% dos homens fazem exercícios com regularidade. Entre as mulheres, a frequência é de 22,4%. O percentual de homens sedentários no Brasil passou de 16% em 2009 para 14,1% em 2011.
De acordo com o Ministério da Saúde, o sedentarismo aumenta com a idade. Entre homens entre 18 e 24 anos, 60,1% praticam exercícios. Esse percentual reduz para menos da metade aos 65 anos (27,5%). Entre mulheres de 25 a 45 anos, 24,6% se exercitam regularmente. A proporção é de apenas 18,9% entre mulheres com mais de 65 anos.
Critérios
O Ministério da Saúde considera “acima do peso” as pessoas com um IMC (Índice de Massa Corporal) mais alto que 25, segundo a assessoria de imprensa. O IMC é calculado dividindo o peso pela altura ao quadrado. Acima de 30 no IMC faz a pessoa ser considerada “obesa”.
“Existe uma tendência de aumento do peso e obesidade no país. Agora é a hora de virar o jogo para não chegarmos a países como os Estados Unidos, que tem mais de 20% de sua população obesa”, afirmou o ministro da Saúde.
Ele citou acordos feitos no ano passado entre o governo e a indústria de alimentos e escolas para a redução de sal e gordura na comida. O ministro defendeu ainda a criação de “espaços de saúde”, com máquinas para exercícios em áreas públicas.
O levantamento revela que o sobrepeso é maior entre a população masculina. Mais da metade dos homens – 52,6% – está acima do peso ideal, enquanto 44,7% das mulheres apresentam sobrepeso.
A pesquisa do Ministério da Saúde mostra ainda que o excesso de peso entre homens começa na juventude. Entre os que têm entre 18 e 24 anos, 29,4% já estão acima do peso. Na faixa etária entre 25 e 34, 55% da população masculina apresenta excesso de peso. A porcentagem sobe para 63% na faixa etária entre 35 e 45 anos.
Já entre mulheres jovens (entre 18 e 24 anos), 25,4% apresentam sobrepeso. A proporção aumenta para 39,9% na faixa etária entre 25 e 34 anos, e mais que dobra entre brasileiras de 45 a 54 anos (55,9).
“Uma parte dessa tendência do aumento de peso que é que temos mais pessoas entre 18 e 24 anos com excesso de peso e obesidade. Agir sobre as crianças e adolescentes é fundamental para prevenir uma população obesa”, afirmou o ministro.
Capitais
Segundo o Ministério da Saúde, Porto Alegre é a capital que possui a maior quantidade de pessoas com excesso de peso (55,4%), seguida por Fortaleza (53,7) e Maceió (53,1). Na outra ponta da lista, com a menor proporção de pessoas com sobrepeso, estão São Luís (39,8%), Palmas (40,3%), Teresina (44,5%) e Aracaju (44,5%).
São Paulo apresenta 47,9% de pessoas com excesso de peso. A proporção no Rio de Janeiro é de 49,6%, e no Distrito Federal é de 49,1%.
A capital com mais obesos é Macapá (21,4%), seguida por Porto Alegre (19,6%), Natal (18,5%) e Fortaleza (18,4%). As capitais com menor quantidade de obesos são: Palmas (12,5%), Teresina (12,8) e São Luís (12,9%).
Em São Paulo, a proporção de obesos é de 15,5%; no Rio de Janeiro o percentual é de 16,5%; e no Distrito Federal os obesos representam 15% da população.
Pontos positivos
Se, por um lado, o avanço da obesidade preocupa, por outro, a queda do tabagismo é vista como um ponto positivo pelo Ministério. No mesmo levantamento, a taxa de fumantes ficou em 14,8% – é a primeira vez que o número cai para menos de 15%. O número de fumantes pesados – que fumam mais de 20 cigarros por dia – também caiu e está em 4,3%.
O governo também comemorou o crescimento do número de exames de mamografia feitos por mulheres com entre 50 e 69 anos de 2007 até agora.
“Na minha avaliação, tanto a questão do tabagismo quanto da mamografia mostram que o povo brasileiro adere sim às medidas de acesso à saúde”, apontou Padilha.

SE VOCÊ GOSTOU DESTE POST, CADASTRE-SE PARA ACOMPANHAR O BLOG  POR EMAIL NO LINK AO LADO DESTE POST
OU CLIQUE CURTIR NO FACEBOOK NA FAN PAGE ABAIXO, PARA LER NOTÍCIAS NA SUA PÁGINA: www.facebook.com/nutricionista.alinelamarco

Instagram: @nutri.aline
abril 5, 2012

Este é um tema que deixa a maioria das pessoas confusas. Você está em plena dieta há um mês, um ano (ou desde sempre – rs) e de repente chega a Páscoa. A pergunta que não quer calar é: “E agora, o que eu faço?” Afinal você vem fazendo um bom Programa alimentar, atividade física, não quer engordar e ao mesmo tempo não quer ficar sofrendo neste feriado, certo?
Vou passar algumas dicas que, sem dúvidas, ternarão a tarefa muiiito mais fácil.

1- A primeira coisa é: se presenteie com um pequeno presente de Páscoa sim! O mesmo vale para as crianças. A Reeducação Alimentar é o que funciona à longo prazo, então vamos pensar em atitudes que seriam razoáveis manter para sempre. Você acha que pode passar a Páscoa de todos os próximos anos sem comer nenhum chocolate? Ou será que vai manter-se magro se comer 4 ovos de chocolate por ano? A grande dica é o equilíbrio, afinal “a privação gera compulsão”.
Presenteie-se com algo que você adore, de até 400 gramas. É algo tranquilo de se cumprir toda Páscoa, certo? Você pode dividir o ovo em pequenos pedaços e curtir este presentinho por mais meses. Se for um ovo recheado, divida em partes e congele. A duração aumenta para 3 meses.

2- Na Páscoa é comum as pessoas pensarem que não fazem questão do ovo e se transformarem no “pedinte da Páscoa” risos. Você deve conhecer algum. É aquele membro da família que diz não fazer questão de chocolates e não compra nada para não engordar. Passa a Páscoa toda pedindo um pedaço para o filho, marido, outro para os pais… Nunca se sacia, pois sempre tem a sensação de que não comeu a quantidade que queria, nem seu sabor favorito. Lembre-se da importância de dar a si ou aos seus filhos o ovo de sabor preferido.

3- Doe os ovos excedentes. Não tenha apego, na prática você não conseguirá se controlar e o excesso será prejudicial à saúde e à forma física. O conselho é especialmente válido para crianças, que ganham diversos ovos: dos pais, amiguinhos, tios, padrinhos… Combine com os mais próximos que presentearão com algo diferente de chocolate. Os outros, doe. Muitas pessoas não tem dinheiro para comprar ovos no nosso país. Você pode doar para a faxineira, porteiro, secretária ou para uma campanha.
Particularmente, resolvi ARRECADAR OVOS PARA DOAÇÃO QUE SERÁ FEITA NUMA IGREJA EM HOLAMBRA, que ajuda um orfanato. Meus pacientes tem muitos ovos excedentes. Pode ser de qualquer marca, cor ou tamanho.  Você está convidado a participar, é só deixar no meu consultório ou numa sacola na portaria do prédio. Fica na Al. Araguaia, 1293 – cj 304 (esquina com a Rio Negro). É o prédio da Drogaria São Paulo, facílimo de entregar para quem mora em Alphaville.

4- Para as refeições de Páscoa, a palavra chave é priorizar. Qual sua refeição preferida? Na sexta-feira, da Paixão , um bacalhau? O almoço de domingo? Escolha uma das refeições de Páscoa e coma tranquilamente. Na outra, procure priorizar a preteína servida com uma salada grande. O importante aqui é não mergulhar num feriado gastronômico, regado à bacalhau no azeite na sexta, churrasco no sábado, pizza, almoço de domingo, chocolate e muiita cerveja, certo? Da refeição disponível em casa, monte um versão mais light no seu prato.

Boa Páscoa e aproveite para curtir este lindo sol!

Beijos,

Aline.
Novo Consultório: 4175-9777 / 4191-4531

SE VOCÊ GOSTOU DESTE POST, CADASTRE-SE PARA ACOMPANHAR O BLOG  POR EMAIL NO LINK AO LADO DESTE POST
OU CLIQUE CURTIR NO FACEBOOK NA FAN PAGE ABAIXO, PARA LER NOTÍCIAS NA SUA PÁGINA: www.facebook.com/nutricionista.alinelamarco

Instagram: @nutri.aline
março 28, 2012

Além de uma alimentação equilibrada também precisamos nos hidratar. Por isso hoje, falaremos sobre a importância de ingerirmos água, este rico nutriente sem calorias e essencial que costuma ser esquecido no nosso dia a dia.

Podemos sobreviver semanas sem comida, mas poucos dias sem água. Depois do oxigênio a água é o elemento mais importante para a vida. Nosso corpo é formado por 70 % de água, sendo que 90 % do sangue também é constituído de água e várias reações químicas dependem do consumo deste líquido maravilhoso. Sentiu sede só de ler? Então beba água todos os dias!

Sabe por quê beber água ao longo do dia é importante? Veja o que a água pode fazer pela sua saúde:

  • Hidrata, em primeiro lugar – quando você sentir sede já é sinal de desidratação, não espere, beba!
  • Auxilia no controle da pressão arterial;
  • Realiza o transporte de nutrientes, oxigênio e hormônios para todo o organismo;
  • Regula a temperatura do nosso corpo;
  • Emagrece, porque acelera o metabolismo. Acredite! Nosso corpo precisa aquecer esta água a temperatura de 37 graus;
  • Auxilia no bom funcionamento intestinal , hidratando as fibras consumidas e facilitando a evacuação;
  • Desintoxica – eliminando resíduos filtrados pelo rim através da urina;
  • Rejuvenesce – Serve como veículo de substâncias renovadoras, pois controla a elasticidade e maciez da pele;
  • Absorve as vitaminas do complexo B, C e ácido fólico;
  • Viu como beber água é importantíssimo? Quer ter uma pele linda, hidratada e com vitalidade? Então beba água todos os dias!
  • E, ainda falando de água, afinal qual é a cota diária ideal que devemos beber?

A necessidade de água varia de acordo com as proporções da idade e do sexo. Em geral o cálculo para estimar a ingestão de água é em torno de 40 ml por kg de peso ao dia. Porém há outros fatores que também influenciam na quantidade, como presença ou não de uma doença, o clima, o ambiente e a atividade física. Por exemplo, quando estamos com febre, precisamos aumentar e muito o consumo de água. Da mesma forma, se formos realizar algum esporte em dias muito quentes e ao sol, também precisamos beber muito mais.

E o que pode acontecer quando falta água no nosso corpo? Cito alguns sintomas nada agradáveis como:

  • Constipação e inchaço;
  • Pele, cabelos e olhos ressecados;
  • Aumento do cansaço e da sonolência;
  • Redução do desempenho físico e câimbras;
  • Dificuldades de concentração;
  • Tonturas e náuseas;
  • Sobrecarga renal;

Acreditem diante de tantos malefícios, vale a pena investir neste líquido precioso. Beba água todos os dias e tenha muito mais saúde. Falamos e falamos de água, mas como conseguir beber mais água durante o dia? Seguem algumas dicas e estratégias bem legais:

  • Tome o primeiro copo de água em jejum;
  • Faça uma água saborizada bem gelada , usando pedaços de frutas variadas como de abacaxi, morango, fatias de laranja e limão com casca, sem espremer as frutas;
  • Beba água com gotas de limão;
  • Deixar uma garrafinha a sempre à disposição em locais estratégicos para não esquecer;
  • Sempre que te oferecerem água, aceite;
  • Quando pensar em tomar um refrigerante, lembre-se da água, é mais barata e nutritiva;
  • Antes de beliscar tome um copo de água, pode ser sede e não fome;
  • Quando fizer atividade física, leve garrafinha junto;
  • Mantenha uma garrafinha de água dentro do carro e beba ao se deslocar.

Lembre-se: chás, sucos de frutas, frutas, verduras e legumes também são ótimas fontes de água e ajudam a completar sua cota diária. Então? Concordas que beber água todos os dias ficou mais fácil? Pode ter certeza, seu corpo agradece e sua saúde vai melhorar e muito.

SE VOCÊ GOSTOU DESTE POST, CADASTRE-SE PARA ACOMPANHAR O BLOG  POR EMAIL NO LINK AO LADO DESTE POST
OU CLIQUE CURTIR NO FACEBOOK NA FAN PAGE ABAIXO, PARA LER NOTÍCIAS NA SUA PÁGINA: www.facebook.com/nutricionista.alinelamarco

Instagram: @nutri.aline

FONTE: anutricionista.com.br

fevereiro 10, 2012
Nestes dias de calor, me lembro muito desta propaganda da Sundown – “A vida amigo, a vida não gira só em torno da internet “, que gostei muito. Vou começar este post confessando que eu AMO TECNOLOGIA! Amo, amo, amo! Faço tudo no computador, compro, vendo, tenho um blog, falo com pacientes, baixo músicas, ouço, pego series e  meu android me ajuda a me divertir, me comunicar sempre pelo whatsapp e a trabalhar também. Tenho outros brinquedinhos, mas o foco principal é que mesmo adorando, quero lembrar que temos que usar a tecnologia com sabedoria, para manter a saúde, tanto física, quanto mental. Estes brinquedinhos são viciantes e temos que lembrar que a saúde está relacionada a:
– Sentar à mesa e comer tranquilamente, não a devorar um sanduíche diante do computador;
– Conversar com as pessoas olhando nos olhos e não apenas pelo facebook, msn, sms…;
– Praticar esportes, ao invés de ficar comento salgadinhos em frente à TV;
– Aproveitar um pouco dos dias de verão, num almoço mais longo, saindo mais cedo do trabalho ou numa caminhada. Cuidado para não levar o trabalho com você 24 horas por dia, com seu notebook;
– Desligar, às vezes, do celular e se conectar às pessoas que realmente importam para você: pais, filhos, conjuges, namorados, amigos e agregados.
– Fazer programas que envolvam corridas, caminhadas, jogos, parques, bicicleta. Não deixe as crianças só brincarem com o video game e nem restrinja sua vida social ao computador e a pizza.
Lembre-se, movimentar-se no dia-a-dia também emagrece! Um estudo mostrou que ao tirar o controle remoto da TV de casa, cada membro da família perde em média 4 kg por ano!!! Vou jogar o meu fora! rs
Então livre-se do controle, do elevador, da escada rolante, do carro nos curtos percursos, daquela pessoa que leva seu cachorro para passear! Convido você a levantar e movimentar-se um pouco!
Enquanto estiver na internet, espero poder ajudar com boas idéias 🙂
Beijos,
Aline.

SE VOCÊ GOSTOU DESTE POST, CADASTRE-SE PARA ACOMPANHAR O BLOG  POR EMAIL NO LINK AO LADO DESTE POST
OU CLIQUE CURTIR NO FACEBOOK NA FAN PAGE ABAIXO, PARA LER NOTÍCIAS NA SUA PÁGINA: www.facebook.com/nutricionista.alinelamarco

Instagram: @nutri.aline
dezembro 29, 2011
SE VOCÊ GOSTOU DESTE POST, CADASTRE-SE PARA ACOMPANHAR O BLOG  POR EMAIL NO LINK AO LADO DESTE POST
OU CLIQUE CURTIR NO FACEBOOK NA FAN PAGE ABAIXO, PARA LER NOTÍCIAS NA SUA PÁGINA: www.facebook.com/nutricionista.alinelamarco

Instagram: @nutri.aline